O CONCEITO DE TEMPLO DE QUALQUER CULTO SOB A ÓTICA DAS CIÊNCIAS DAS RELIGIÕES E DAS CIÊNCIAS JURÍDICAS

Fernanda Furtado Altino Machado De Oliveira Costa, José Luciano Gabriel, Kenner Roger Cazotto Terra

Resumo


A interdisciplinaridade é uma exigência dos tempos atuais. Frequentemente se faz necessária a utilização de conhecimentos de áreas diferentes na composição de soluções mais adequadas aos problemas. As ciências jurídicas, de longa data, se valem de conhecimentos de outras áreas e, no caso do tema em análise, é absolutamente necessária a contribuição das ciências das religiões. Na prática, um jurista não possui o instrumental necessário para compreender, apenas com o conhecimento jurídico, a abrangência do significado da expressão templo, pois há nuances neste universo que demandam uma forma de analisar que vem de outras matrizes teóricas. É relevante esta mescla de conhecimentos oriundos das ciências jurídicas e das religiões a fim de que os direitos e deveres dos templos e das religiões, possam ser compatíveis com a ordem jurídica. Uma compreensão rasa ou equivocada do significado de templo de qualquer culto pode gerar prejuízos para religiões e para o Estado. 


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.35521/unitas.v7i2.976

Apontamentos

  • Não há apontamentos.