Da violência contra a Bíblia: a tradução de Sl 53,6

Osvaldo Luiz Ribeiro

Resumo


O artigo relaciona o conceito de violência ao de tradução irregular da Bíblia Hebraica. Nesse sentido, traduções ideologicamente comprometidas, com implicações inclusive gramaticais, são tratadas como casos de violência contra a Bíblia. Para a demonstração, analisam-se traduções de Sl 53,6 em versões nacionais, comparando-as diretamente com o texto hebraico e tradução do pesquisador. Conclui-se que o que pode ser interpretado como dificuldades na compreensão do texto resultam na desconsiederação dos termos constantes no texto em tradução. O resultado é uma tradução que, na prática, impede que o leitor das versões possa, por ele mesmo, compreender o que o texto hebraico supostamente traduzido pretendia dizer.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.