O NEOPENTECOSTALISMO E A DÉCADA PERDIDA: COMO A CRISE DOS ANOS 1980 ESTIMULOU O CRESCIMENTO DA IURD

Volgano Rocha Júnior

Resumo


A Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) é o maior fenômeno religioso brasileiro do Século XX. Nascida num pequeno cômodo que abrigava uma antiga funerária, transformou-se em poucos anos em uma potência transnacional, presente em mais de 100 países e com mais de 1,8 milhão de fieis no Brasil[1]. Um milagre? A expansão da igreja deve-se à presença de uma liderança carismática, eficiente estrutura administrativa, agressiva e bem sucedida estratégia de captação de recursos financeiros e excelente utilização dos meios de comunicação. Mas ainda há um ponto pouco explorado pelas pesquisas acadêmicas, que vem a ser o terreno fértil proporcionado pela crise econômica ocorrida na década de 1980, a maior da história do Brasil independente[2]. Este texto reflete sobre a importância da “Década Perdida” na formação de uma tessitura social receptiva à mensagem restauradora da vida terrena proporcionada pela Teologia da Prosperidade.


 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.