VIEIRA E A REFORMA

Leonardo Henrique Dos Santos

Resumo


Este artigo aborda os argumentos do padre Antônio Vieira em acerca da reforma protestante de 1517. Tendo em vista o avanço significativo dos protestantes nesse período, Vieira pregou um sermão chamado de Bom Sucesso das Armas de Portugal Contra as de Holanda, na Igreja de Nossa Senhora d'Ajuda da cidade da Bahia, no ano de 1640, com o SS. Sacramento Exposto, defendendo a fé católica Romana como sendo a única religião verdadeira. Nele, o padre jesuíta argumentou alguns motivos pelos quais não aceitava que os protestantes dominassem o território brasileiro. Com afirmações duras e consideradas corajosas, Vieira defendeu os interesses da sua religião bem como o domínio português sobre o território brasileiro. Pois, o próprio Vieira pertencia a uma ordem criada por Inácio de Loyola exatamente para combater o avanço do protestantismo no solo brasileiro, e como o padre pertencia a essa ordem, foi um dos principais críticos e combatentes desse avanço. Fazendo uma pesquisa bibliográfica, de análise do sermão, mostrando um pouco da trajetória de Viera pela Companhia de Jesus, chegando até a análise de trechos do presente sermão que serviu de base para os argumentos e pensamentos que Vieira tinha em relação aos protestantes. 

Palavras – chave: Reforma, Antônio Vieira, protestantes.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.