LINGUAGEM EXPRESSIVA DO CORPO DURANTE RITUAL YRERUA NA COMUNIDADE INDÍGENA URU EU WAU WAU FAMÍLIA TUPI GUARANI

Tereza Gonçalves LISIEUX gomes gonçalves

Resumo


Segundo a tradição Guarani, o homem é a própria linguagem expressa nos gestos e no movimento, cujo corpo é o espaço imanifestado e cuja essência manifestada é ritmo, ou espírito – música, o grande som primeiro, também vislumbrado pelos grandes pajés como a eterna música, geradora de vidas.  O ritual yrerua representa uma dança circular sagrada, avaliado de forma a identificar a linguagem expressiva no corpo conforme argumenta Dr. Wilhelm Reich. Segundo Reich, a impressão deixada nos centros nervosos pelos acontecimentos vivenciados, ativa ou passivamente pelo indivíduo, correspondendo a uma evocação excitada pelo epitélio sensorial, leva-nos a uma representação física da memória latente do protoplasma, explícito na linguagem expressiva do corpo. Este projeto de pesquisa vem iniciar tal exposição com o objetivo de correlaciona-lo com outro ritual de celebração à vida, promovendo atingir um perfil antropológico que aproxima ou refira-se a origem de toda religião no mundo.

 


Texto completo:

PDF PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.