A Ressocialização do adolescente em situação de ato infracional no município de Vila Velha a partir da perspectiva da Casa de Semiliberdade Marista, nos princípios norteadores de Marcelino Champagnat.

Stanley Amarante Silva

Resumo


O presente artigo tem por objetivo tecer considerações acerca da importância e possibilidade de promover fatores de proteção ao adolescente em conflito com a lei no contexto de aplicação de medida sócio educativa. Tomando como referência a Doutrina da Proteção Integral – eixo central do Estatuto da Criança e do Adolescente –, o Paradigma da Promoção da Saúde e estudos sobre resiliência, postula-se a existência de alguns fatores considerados de grande relevância ao desenvolvimento dos adolescentes, visando modificar o quadro de vulnerabilidade ao qual se encontram associados. Sugere que a ênfase nos aspectos saudáveis do desenvolvimento favorece a emergência do potencial positivo do qual todo contexto sócio educativo deve ser revestido, a fim de possibilitar a construção de novas perspectivas aos jovens em risco social.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.