O conceito de identidade como um problema para a antropologia teológica: uma discussão a partir de Tillich e análise interdisciplinar

Pablo Fernando Dumer

Resumo


O presente artigo discute o conceito de identidade como tema da antropologia teológica e para isso realiza uma discussão interdisciplinar entre o teólogo protestante teuto-estadunidense Paul Tillich e outros autores como Zygmunt Bauman, Homi Bhabha e outros. A identidade é um conceito importante para a antropologia teológica, pois levanta a questão da autocompreensão do ser humano a partir do seu contexto; essa autocompreensão diz respeito ao lugar e papel do ser humano no mundo. O problema da ideia de identidade para a antropologia é levantada pelas teorias pós-modernas e pós-coloniais e respondidas, ao método tillichiano, pela teologia. O artigo presente, a partir da problematização do conceito, fazer emergir caminhos para uma resposta teológica relevante ao nosso tempo e contexto. As principais categorias de análise, correlacionadas interdisciplinarmente, são os conceitos tillichianos de autonomia, heteronomia e teonomia, essa última entendida como abertura antropológica para a transcendência e para a alteridade.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.20890/reflexus.v14i1.971

Apontamentos

  • Não há apontamentos.