Jackson de Figueiredo e a Guerra Cristera

José Rodorval Ramalho

Resumo


Este artigo analisa textos jornalísticos de Jackson de Figueiredo acerca do conflito armado entre católicos e liberais, que ocorria no México, conhecido como Guerra Cristera. Os textos foram veiculados no jornal carioca Gazeta de Notícias no ano de 1926. Abordaremos os escritos do intelectual católico, sobre o referido conflito, buscando compreender o seu entendimento dos conceitos de Direitos Naturais, Revolução e Civilização. 


Texto completo:

PDF

Referências


BARRETO, Luiz Antônio (Org.). Bibliografia e Estudos Críticos. Salvador, 1999. Mimeo.

BOBBIO, N., MATTEUCCI, N. e PASQUINO, G. Dicionário de Política. Tradução de João Ferreira (Coord.). Brasília:EDUNB, 1992.

BONAVIDES, Paulo. O pioneirismo da Constituição do México em 1917. In (Org.) Fix-Zamudio, Héctor e Ferrer Mac-Gregor, Eduardo. Influencia extranjera y trascendencia internaciona. Col. INEHRM. México, 2017.

CALDEIRA, Rodrigo Coppe. Os caminhos de um conservador – Blaise Pascal no pensamento de Jackson de Figueiredo. In História – debates e tendências. V.9 n.2. jul-dez, 2009, pp 261-271, 2010.

CAMÍN, Héctor Aguillar e MEYER, Lorenzo. À sombra da revolução mexicana – histórica mexicana contemporânea (1910-1989). Tradução de Celso Mauro Paciornik. São Paulo: Edusp, 2000.

CRESPO, Regina. Entusiasmo, temores, indiferença – o México na correspondência diplomática brasileira (1919-1959). In Revista Eletrônica da ANPHLAC, n. 14, p.43-61, 2013.

DELGADO, Enrique Mendonza. A guerra dos Cristeros. Tradução de Guilherme Ferreira de Araújo. Belo Horizonte: Cristo Rei, 2013.

DIAS, Natally Vieira. A revolução mexicana na crítica da intelectualidade conservadora católica brasileira nos anos 20 – o discurso da revista A Ordem sobre o México revolucionário. In Anais do VII Congresso Internacional de História. Maringá, 2015.

FIGUEIREDO, Jackson de. Em defesa da civilização – um olhar sergipano sobre a Cristiada. Org. Leonardo Araujo Zoehler Brum. Aracaju, 2016. Mimeo.

HIMMELFARB, Gertrude. Os caminhos para a modernidade – os iluminismos britânico, francês e americano. Tradução de Gabriel Ferreira da Silva. São Paulo: É Realizações, 2011.

IGLÉSIAS, Francisco. Estudos sobre o pensamento reacionário. In BARRETO, Luiz Antônio (Org.). Bibliografia e Estudos Críticos. Salvador, 1999. Mimeo.

LACOSTE, Jean-Yves (Direção). Dicionário Crítico de Teologia. Paulinas/Loyola: São Paulo, 2004.

LEME, D. Sebastião. Jackson de Figueiredo. In BARRETO, Luiz Antônio (Org.). Bibliografia e Estudos Críticos. Salvador, 1999. Mimeo.

MEYER, Jean A. Los Cristeros. Cidade do México. Centro de Estudios de História do México, 1996.

MOURA, D. Odilão. Ideias católicas no Brasil – direções do pensamento católico no Brasil no século XX. São Paulo: convívio, 1978.

PAIM, Antonio. O liberalismo contemporâneo. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 2000.

PINHEIRO FILHO, Fernando Antônio. A invenção da ordem – intelectuais católicos no Brasil. In Tempo Social – Revista de sociologia da USP. Vol. 19 n. 1, 2007.

RAMIRO JÚNIOR, Luiz Carlos. O conceito de civilização e o discurso ultramontano no Brasil. In Ariadna histórica. Lenguajes, conceptos metáforas, 5 – pp. 69-107. País Basco, 2016

SILVA, Caio Pedrosa da. Interpretações da rebelião Cristera: idas e vindas nas abordagens do conflito religioso. In Anais eletrônicos do VIII Encontro Internacionalk da ANPHLAC. Vitória, 2008.

_____________________. Mártires de Cristo Rey: Revolução e Religião no México (1927-1960). Tese de Doutoramento. IFICH:Campinas, 2015.

VELOSO, Mônica Pimenta. A Ordem: uma revista de doutrina, política e cultura católica. In Revista de Ciência Política – p. 117-160. Rio de Janeiro, 1978.

VILLAÇA, Antonio Carlos. O pensamento católico no Brasil. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2006.

WOLF, Eric. Guerras camponesas do século XX. Tradução de Iolanda Toledo. São Paulo: Global, 1984.




DOI: http://dx.doi.org/10.20890/reflexus.v14i1.970

Apontamentos

  • Não há apontamentos.