A CONSTRUÇÃO DO ETHOS DISCURSIVO NA EPISTOLA AOS FILIPENSES: UMA ANÁLISE DISCURSIVA

David Araújo de Carvalho

Resumo


Resumo: O presente trabalha busca analisar o ethos discursivo do apóstolo Paulo na epístola aos Filipenses à luz da Análise do Discurso de linha Francesa. Nosso objetivo está em identificar as diferentes imagens que o apóstolo, o enunciador, constrói na sua carta. Nossa pesquisa está voltada para uma pesquisa bibliográfica, de método qualitativo – interpretativo. Para tanto, utilizamos em nossa pesquisa autores da Análise do Discurso como Maingueneau (1997, 2006), Charaudeau (2006, 2008), Orlandi (2011, 2015), Amossy (2011), Eggs (2011), Mota e Salgado (2014), Pêcheux (2009), Citelli (2002) com a caracterização do discurso religioso, dentre outros. Como pano de fundo para a compreensão da constituição da epístola, utilizamos Robertson (1982), Barclay (1959), Martim (1985). Nossos objetivos se concentraram em descrever os vários ethos revelados na epístola de Paulo aos Filipenses revelando o lugar de sujeito que o enunciador ocupa ao produzir a linguagem.


Texto completo:

PDF

Referências


AMOSSY, Ruth (organizadora). Imagens de si no discurso. 2. ed. São Paulo: Contexto, 2011.

BÍBLIA SAGRADA. Tradução de João Ferreira de Almeida. Revista e Atualizada no Brasil. 2 ed. Barueri- SP: Sociedade Bíblica do Brasil, 2008. 1664p.

BARCLAY, William. The Letter to the Philippians. Tradução de Carlos Biagini. Trinity College, 1959.

CHARAUDEAU, Patrick. Discurso Político. São Paulo: Contexto, 2006.

________. Linguagem e discurso: modos de organização. São Paulo: 2008.

CITELLI, Adilson. Linguagem e Persuasão. 15. ed. São Paulo: Ática, 2002.

EGSS, Ekkehard. Ethos aristotélico, convicção e pragmática moderna. In: AMOSSY, Ruth (organizadora). Imagens de si no discurso. 2. ed. São Paulo: Contexto, 2011.

FOUCAULT, Michel, 1926-1986. A ordem do discurso: aula inaugural no Collège de France, pronunciada em 2 de dezembro de 1970. Tradução Laura Fraga de Almeida Sampaio. 23. ed. São Paulo: edições Loyola, 2013.

ORLANDI, Eni P. A linguagem e seu funcionamento: as formas do discurso. 6. ed. Campinas, SP, Pontes Editores, 2011.

ORLANDI, Eni P. Análise do discurso: princípios e procedimentos. 12. ed. Campinas, SP, Pontes, 2015.

MAINGUENEAU, Dominique. Cenas de Enunciação. Sírio Possenti, Maria Cecília Pérez de Souza -e- Silva. (orgs). São Paulo: Parábola Editorial, 2008.

______. Novas Tendências em Análise do Discurso. 3. ed. São Paulo: Pontes, 1997.

MARTIM, Ralph P. Filipenses: introdução e comentário. Tradução de Oswaldo Ramos. São Paulo, 1985

MOTTA, Ana Raquel; SALGADO, Luciana (orgs). Ethos Discursivo. 2. ed. São Paulo: Contexto, 2014.

MUSSALIM, Fernanda; BENTES, Anna Christina (org.). Introdução à linguística: domínios e fronteiras. vol. II, 5. ed. São Paulo: Cortez, 2006.

ROBERTSON, Archibald Thomas. Épocas na vida de Paulo: um estudo do desenvolvimento na carreira de Paulo. Tradução de A. Bem Oliver. 2. ed. Rio de Janeiro: Junta de Educação Religiosa e Publicações, 1982.




DOI: http://dx.doi.org/10.20890/reflexus.v13i22.947

Apontamentos

  • Não há apontamentos.