PROTESTANTES DE ESQUERDA NO BRASIL (1970-1990)

Wanderley Pereira da Rosa

Resumo


O presente artigo pretende apresentar os movimentos e ações de representantes do protestantismo de esquerda, no período pós-64. Muitas articulações de caráter ecumênico e progressista estavam em curso no protestantismo brasileiro desde o Congresso do Panamá, em 1916. Após a Segunda Grande Guerra, refletindo a polarização política que dominou o cenário mundial, esses movimentos sociais, políticos e eclesiásticos que ocorriam na América Latina não passaram despercebidos e sofreram especial intervenção dos serviços de segurança norte-americanos e, no caso do Brasil, também das forças militares. Não obstante a dura repressão sofrida, esses protestantes de esquerda conseguiram sobreviver através de ações pessoais e, especialmente, através de organismos e denominações identificadas com o movimento ecumênico mundial.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.20890/reflexus.v13i22.944

Apontamentos

  • Não há apontamentos.