ALTERIDADE, CONVIVIALIDADE E ESCUTA: PRINCÍPIOS PARA UMA PRÁTICA PENTECOSTAL DO CUIDADO

CLAITON IVAN POMMERENING, Orlando Afonso Camutue Gunlanda

Resumo


Este artigo tem por objetivo expressar alguns princípios viabilizadores de práticas de cuidado em diálogo com os saberes da Teologia Pentecostal. Assim, em um primeiro momento, o ensaio apresentará alguns apontamentos acerca da Teologia Pentecostal e suas peculiaridades, objetivando uma breve exposição dos principais elementos que permeiam e organizam a reflexão teológica pentecostal. Em um segundo momento, o artigo se ocupa com o diálogo entre os princípios filosóficos e teológicos, que possibilitam a composição de uma perspectiva de cuidado marcada pela experiência ministerial e pela teologia pentecostal, em diálogo com outros saberes acerca do cuidado como a alteridade, a convivialidade e a escuta.


Texto completo:

PDF

Referências


BAKHTIN, M. Problemáticas da Poética de Dostoievski. Rio de Janeiro: Forense, 2008.

BONDÍA, Jorge Larrosa. Notas sobre a experiência e o saber de experiência. Tradução João Wanderley Geraldi. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, n. 19, p. 20-28, jan./fev./mar./abr. 2002.

BRAGA, A. Ana; DALTRO, R. Mônica; DANON, A. F. Carlos. A escuta clínica: um instrumento de intervenção do psicólogo em diferentes contextos. Revista Psicologia, Diversidade e Saúde, Salvador, dez. 2012; 1(1): 87-100.

BRUNER, Frederick Dale. Teologia do Espírito Santo. São Paulo-SP: Cultura Cristã, 2012. BOFF, Leonardo. Compaixão e cuidado: o encontro entre o Ocidente e Oriente. 4 ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2009.

CALDAS, Carlos. Fundamentos da teologia da Igreja. São Paulo: Mundo Cristão, 2007.

CAMPOS, Bernardo. Da reforma à pentecostalidade da igreja: debate sobre o Pentecostalismo na América Latina. São Paulo: Sinodal: Quito: CLAI, 2002.

CANEVACCI, M. A cidade polifônica: ensaio sobre a antropologia da comunicação urbana. Tradução Cecília Prada. São Paulo: Studio Nobel, 2004.

GILBERTO, Antônio. Pneumatologia. A doutrina do Espírito Santo. In: GILBERTO, Antônio (Ed.), Teologia sistemática pentecostal. 2. ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2009.

HEIDEGGER, Martin. Ser e Tempo. 8 ed. Petrópolis: Vozes, 1999.

HORTON, M. Stanley. Teologia Sistemática: uma perspectiva pentecostal. Rio de Janeiro: Casa Publicadora das Assembleias de Deus (CPAD), 2011.

LAPLATINE, François. Aprender Antropologia. São Paulo: Editora Brasiliense, 2000.

MCLEAN, D. Mark. O Espírito Santo. In: Teologia Sistemática: uma perspectiva pentecostal. Org. Stanley M. Horton. Rio de Janeiro: Casa Publicadora das Assembleias de Deus (CPAD), 2011.

MEDEIROS, V. Teresinha de. Alteridade e ética cristã: a novidade para um ser humano solidário na teologia de Bruno Forte. Dissertação de Mestrado. Rio Grande do Sul: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, 2010.

MENZIES, W. William; MENZIES, P. Robert. No poder do Espírito: fundamentos da experiência pentecostal, um chamado ao diálogo. São Paulo: Editora Vida, 2002.

MOLTMANN, J. A Igreja no poder do Espírito. Santo André/SP: Academia Cristã, 2013.

OLIVEIRA, D. Mesquiati; CAMPOS, Bernardo. Teologia Prática Pentecostal: particularidade, perfil e desafios no século XXI. Estudos Teológicos, São Leopoldo, v. 56, n. 2, p. 264-275, jul./dez., 2016.

OLIVEIRA, Juliene Aglio de. Matriz de Avaliação do CREAS. 2012.

POMMERENING, Claiton Ivan. Desafios de uma proposta pneumatológica para o pentecostalismo. Revista Enfoque Teológico, v. 3, p. 73-90, 2016, p. 77.

SATHLER-ROSA, Ronaldo. Cuidado pastoral em perspectiva histórica e existencial. São Paulo: ASTE, 2013.

SILVA, M. Nörnberg. Cuidem bem do meu filho: a ética do cuidado numa instituição filantrópica. Dissertação de Mestrado. Porto Alegre: UFRGS/PPGEDU, 2002.

SIQUEIRA, F. Gutierres. Revestidos de Poder: uma introdução à Teologia Pentecostal. Rio de Janeiro: CPAD, 2018.

SOUSA, A. M. Borges de; MIGUEL, S. Denise; LIMA, M. Patrícia. Gestão do cuidado e educação biocêntrica. Florianópolis/SC: UFSC-CED-Nuvic, 2010.

VIGOTSKY, Lev Semenovich. A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. Trad. José Cipolla Neto, Luís Silveira Menna Barretos, Solange Castro Afeche. 7ª ed. São Paulo: Martins Fontes, 2007.




DOI: http://dx.doi.org/10.20890/reflexus.v13i21.941

Apontamentos

  • Não há apontamentos.