CONSELHO PAROQUIAL: LOCUS DE CONSTRUÇÃO DO SUJEITO POLÍTICO

Francisco Antonio de Vasconcelos

Resumo


O presente artigo resulta de minha pesquisa de Pós-Doutorado em Ciências da Religião (outubro/2015 a abril/2017), na Universidade Presbiteriana Mackenzie. O problema de pesquisa enfrentado foi saber se participar de espaços da espécie dos Conselhos Paroquiais, em que se procura tomar decisões discursivamente (respeitando-se o princípio habermasiano de condições ideais de fala), favorece a construção política do indivíduo. A metodologia adotada foi constituída pela história oral e a pesquisa bibliográfica. A década de 2000 foi o recorte temporal considerado. Três teorias nortearam este trabalho: a teoria do agir comunicativo, a teoria dos estigmas e a teoria do poder simbólico.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, Emiliano Rivello. Pierre Bourdieu: a distinção de um legado de práticas e valores culturais. Sociedade e Estado, v. 23, n. 1, jan./abr.. Brasília: 2008, p. 179-184. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/se/v23n1/a09v23n1.pdf >. Acesso em: nov. 2016.

ARENDT, Hannah. A condição humana. 7. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1995.

______. Sobre a revolução. Tradução de Denise Bottmann. São Paulo: Companhia das Letras, 2011.

ARISTÓTELES. Ética a Nicômaco. Tradução Mário da Gama Cury. 3 ed. Brasília: UNB, 1999.

BENHABIB, Seyla. 1992. “Models of public space: Hannah Arendt, the liberal tradition and Jürgen Habermas”. In: CALHOUN, Craig (org.). Habermas and the public sphere. Cambridge: MIT Press, 1992, p. 73-98.

BOURDIEU, Pierre. A distinção: crítica social do julgamento. 1979.

______. La représentation politique: eléments pour une théorie du champ politique. Actes de la Recherche en Sciences Sociales, v. 64, p. 5-19, 1986.

______. Razões práticas: sobre a teoria da ação. Tradução de Mariza Corrêa. 9 ed. Campinas: Papirus, 2008.

______. O Poder Simbólico. Tradução de Fernando Tomaz. Rio de Janeiro/Lisboa: Bertrand Brasil/DIFEL, 1989. (Memória e Sociedade).

______. A dominação masculina. Tradução Maria Helena Kühner. 11 ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2012.

CASSIRER, Ernst. The Myth of the State. New Haven/London: Yale University Press, 1946.

CUCURELLA, Margarita Boladeras. La opinión pública en Habermas. Anàlisi, n. 26, Barcelona, p. 51-71, 2001. Disponível em: < http://www.bioeticanet.info/habermas/oppubHab.pdf >. Acesso em: 25 abril 2016.

FRASER, Nancy. 1992. “Rethinking the public sphere: a contribution to the critique of actually existing democracy”. In: CALHOUN, Craig (org.). Habermas and the public sphere. Cambridge: MIT Press, 1992, p. 109-142.

GASTALDO, Édison. Goffman e as relações de poder na vida cotidiana. Revista Brasileira de Ciências Sociais, v. 23, n. 68. São Paulo: ANPOCS, 2008. Disponível em: < http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0102-69092008000300013&script=sci_abstract&tlng=pt >. Acesso em: out. 2016.

GOFFMAN, Erving. The presentation of self in everyday life. University of Edinburgh Social Sciences Research Centre. Edinburgh: Ten Shillings, 1956.

______. Interaction ritual. Garden City: Doubleday, 1967.

______. Estigma: Notas sobre a manipulação da identidade deteriorada. 6. ed. Tradução: Mathias Lambert, 2004.

______. A representação do Eu na vida cotidiana. Tradução de Maria Célia Santos Raposo. 17. ed. Petrópolis: Vozes, 2009.

______. Comportamento em lugares público. Tradução de Fábio Rodrigues Ribeiro da Silva. Petrópolis: Vozes, 2010. (Coleção Sociologia).

______. Ritual de interação: Ensaios sobre o comportamento face a face. Tradução de Fábio Rodrigues Ribeiro da Silva. Petrópolis: Vozes, 2011. (Coleção Sociologia).

GÓMEZ, Manuel Herrera; MIRAS, Rosa María Soriano. La teoría de la acción social en Erving Goffman. Papers: Revista de Sociologia, n. 73. Barcelona: UAB, 2004, p. 59-79. Disponível em: < http://www.raco.cat/index.php/papers/article/viewFile/25784/25618 >. Acesso em: Nov. 2015.

HABERMAS, Jürgen. Kultur und Kritik: Verstreute Aufsätze. Frankfurt am Main: Suhrkamp, 1973.

______. O conceito de poder em Hannah Arendt. In: FREITAG, Barbara; ROUANET, Paulo Sérgio (Org.). Habermas: sociologia. Tradução de Barbara Freitag. São Paulo: Ática, 1980. p. 100-118.

______. Teoria dell`agire comunicativo. Vols. I e II. Tradução de Paola Rinaudo. Bologna: il Mulino, 1997.

______. A inclusão do outro: Estudos de teoria política. Tradução de George Sperber e Paulo Astor Soethe. São Paulo: Edições Loyola, 2002a.

______. A constelação pós-nacional: Ensaios políticos. São Paulo: Littera Mundi, 2002b.

______. Direito e democracia: entre facticidade e validade. Tradução Flávio Beno Siebeneichler. 2 ed. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 2003a. Volume I e II.

______. Mudança estrutural da esfera pública: Investigações quanto a uma categoria da sociedade burguesa. Tradução: Flávio R. Kothe. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 2003b.

LORENZI-CIOLDI, Fabio. Dominants et dominés: Les identités des collections et des agrégats. Fontaine: Presses Universitaires de Grenoble, 2009.

LUBENOW, Jorge Adriano. Esfera pública e democracia deliberativa em Habermas: Modelo teórico e discursos críticos. Kriterion, Belo Horizonte, n. 121, jun., p. 227-258, 2010.

MARONA, Marjorie Corrêa. Contribuições de Hannah Arendt e Habermas para a teoria democrática contemporânea. Veredas do Direito, v. 6, n. 11, p. 45-60, jan.-jun. Belo Horizonte: Escola Superior Dom Helder Câmara, 2009.

MARÍN, Jefferson Jaramillo. El espacio de lo político en Habermas: alcances y límites de las nociones de esfera pública y política deliberativa. Jurídicas, Manizales (Colombia), v. 7, n. 1, p. 55-73, janeiro/junho, 2010. Disponível em: < https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=3360748 >. Acesso em: 13 fev. 2016.

OTTMANN, Goetz. Habermas e a esfera pública no Brasil: Considerações conceituais. Tradução de Heloisa B. de Almeida. Novos Estudos, nº 68, Marc. 2004. CEBRAP, 2004, p. 61-72.

PEDROZA, Maria Luiza. A dominação masculina. Espaço do Currículo, n.1, v. 4, mar./set. João Pessoa: PPGE da UFPB, 2011, p.100-102. Disponível em: < http://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/rec >. Acesso em: nov. 2016.

VASQUEZ, Guillermo Hoyos. La filosofia politica de Jürgen Habermas. In: Ideas y Valores, n. 116, ago. Bogotá: Instituto Pensar - Pontificia Universidad Javerlana, 2001, p. 132-144.

VASCONCELOS, Francisco Antonio de. O Conselho Paroquial: o “Outro” e a solidariedade como um valor. Revista Ciências da Religião: História e Sociedade, São Paulo, v. 15, n. 1, p. 98-121, jan./jun. 2017. Disponível em: < http://editorarevistas.mackenzie.br/index.php/cr/article/view/10646/7376 >. Acesso em: 25 out. 2018.




DOI: http://dx.doi.org/10.20890/reflexus.v13i21.888

Apontamentos

  • Não há apontamentos.