Práticas religiosas populares na Passio Sanctorum Perpetuae et Felicitatis: entre sonhos oraculares e visões apocalípticas

Paulo Augusto de Souza Nogueira, Denilson da Silva Matos

Resumo


Neste artigo propomos uma análise de práticas religiosas populares na Passio Sanctorum Perpetuae et Felicitatis, que narra a história da prisão e execução de um grupo de cristãos em Cartago, norte da África, na virada do segundo para o terceiro século da era cristã (202-204 d.C) durante o reinado do imperador Séptimus Severus. Destacamos relatos que aproximam as práticas dos mártires às práticas religiosas de subalternos, com destaque para práticas consolidadas no âmbito da religião do povo, a saber, a consulta a sonhos e oráculos de diversos tipos, com a finalidade de administrar conflitos e a escassez de recursos, bem como a preparação de amuletos.

In this paper we propose an analysis of popular religious practices in the Passio Sanctorum Perpetuae et Felicitatis, which tells the story of the imprisonment and execution of a group of Christians in Carthage, North Africa, at the turn of the second to the third century of the Christian era (202- 204 AD) during the reign of Emperor Septimus Severus. We highlight reports that approximate the practices of the martyrs to the religious practices of subalterns, with emphasis on practices consolidated within the scope of the religion of the people, namely the consultation of dreams and oracles of various types, with the purpose of managing conflicts and the scarcity of resources, as well as the preparation of amulets.


Texto completo:

PDF

Referências


BETZ, Hans Dieter. The Greek Magical Papyri in Translation Including the Demotic Spells. Chicago: Univ. of Chicago Press, 1992 (2nd ed.).

CARDOSO, Silas Klein. Reverberações culturais e criação de identidade no cristianismo primitivo: análise retórica e iconográfica de Passio Perpetua. In: Oracula, nº16, 2015.

CHEVITARESE, André Leonardo; CORNELLI, Gabrielle. Judaísmo, Cristianismo e Helenismo: Ensaios acerca das interações culturais no Mediterrâneo Antigo. São Paulo: Annablume; Fapesp, 2007.

CHEVITARESE, André Leonardo. Cristianismos: questões e debates metodológicos. Rio de Janeiro: Kline, 2016.

CROSSAN, John Dominic. O Jesus histórico. A vida de um camponês judeu do Mediterrâneo. Rio de Janeiro: Imago, 1994 (2a. edição).

DAVIES, Patricia M. The Weaning of Perpetua: Female Embodiment and Spiritual Growth Metaphor in the Dream of an Early Christian Martyr. In: Dreaming, 2005, Vol. 15, No. 4, p. 261–270.

MATOS, Denilson da Silva & NOGUEIRA, Sebastiana Maria da Silva. Confrontando o sistema patriarcal romano: Um olhar da Passio Sanctorum Perpetuae et Felicitatis e dos Atos de Paulo e Tecla. In: RIBLA, nº 73 2016/2.

FILOSTRATO. Vida de Apolonio de Tiana. Madrid: Gredos, 1992.

HEFFERNAN, Thomas J. The Passion os Perpetua and Felicity.New York: Oxford University Press, 2012.

JUSTI, Daniel Brasil. A construção de Paulo de Tarso como homem divino (thĕiŏs anēr) em Atos dos Apóstolos: as culturas mediterrânicas e paleocristãs em perspectiva. Rio de Janeiro, UFRJ, 2015. 259 f. Tese (Doutorado em História Comparada) - Programa de Pós-Graduação em História Comparada.

KNAPP, Robert. Invisible Romans: Prostitutes, outlaws, slaves, gladiators, ordinary men and women. the Romans that history forgot. Harvard University Press, 2011.

MOSS, Candida R. Ancient Christian Martyrdom: diverse practices, theologies, and traditions. London: Yale University, 2012

MOSS, Candida R.The Other Christs: imitating Jesus in Ancient Christian Ideologies of Martyrdom. New York: Oxford University Press, 2010.

NOGUEIRA, Paulo A.S.. Apocrificidade: o cristianismo primitivo para além do cânon. São Paulo: Fonte Editorial, 2015.

NOGUEIRA, Paulo A. S. O Imaginário do além-mundo na apocalíptica e na literatura visionária medieval: itinerários de recepção. São Bernardo do Campo: UMESP, 2015.

NOGUEIRA, Paulo A.S. O cristianismo primitivo como objeto da história cultural: delimitações, conceitos de análise e roteiros de pesquisa. In: Antíteses, v.8, n.16, p.31-49, jul./dez. 2015.

NOGUEIRA, Paulo A. S. Narrativa e cultura popular no cristianismo primitivo. São Paulo: Paulus, 2018.

PERKINS, Judith. The Suffering Self: Pain and Narrative Representation in the Early Christian Era. Londres: Routledge, 1995.

PREISENDANZ, K. Papyri Graecae Magicae. Die GriechischenZauberpapyri. (2 vols), 1928-1931; Preisendanz, K., Albert Henrichs. Papyri GraecaeMagicae. Die GriechischenZauberpapyri. (2 vols) Stuttgart: Teubner, 1974 (2nd. ed).

ROWLAND, Christopher. The Open Heaven: A Study of Apocaliptic in Judaism and Early Christianity. New York : Crossroad, 1982

THEISSEN, Gerd; MERZ, Annet. O Jesus histórico: um manual. São Paulo: Loyola, 2002.




DOI: http://dx.doi.org/10.20890/reflexus.v12i20.864

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Paulo Augusto de Souza Nogueira; Denilson da Silva Matos

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.