Os Acta Philippi e o grotesco traumático: Um exercício a partir das metamorfoses dos atos 8 e 12

Elizangela A. Soares

Resumo


Este artigo apresenta uma introdução ao tema do grotesco como paradigma teórico para leitura de narrativas do cristianismo primitivo. Objetivamente, propõe um exercício de aplicação do que vem se desenvolvendo no campo da arte e da literatura como uma “teoria do grotesco” à narrativa da metamorfose do leopardo e do cabrito descrita nos atos 8 e 12 dos Atos Apócrifos de Felipe. Para tanto, lida com noções de cruzamento de fronteiras, permeabilidade, impermanência, contraintuitividade e limites da identidade projetadas em relação ao corpo — ou, como preferimos, o grotesco traumático.


Texto completo:

PDF

Referências


AMSLER, Frédéric; BOVON, François; BOUVIER, Bertrand (ed.). Acta Philippi. Textus. Turnhout: Brepols, 1999 (CCSA 11).

BAKHTIN, Mikhail. A cultura popular na Idade Média e no Renascimento: o contexto de François Rabelais. 8. ed. São Paulo: Hucitec, 2010.

BARASCH, Frances. The Grotesque: A Study in Meaning. The Hague: Mouton, 1971.

BOYER, Pascal. The Naturalness of Religious Ideas: A Cognitive Theory of Religion. Berkeley: University of California Press, 1994.

BOVON, François. “Les Actes de Philippe”. In: HAASE, Wolfgang; TEMPORINI, Hildegard (ed.). Geschichte und Kultur Roms im Spiegel der neueren Forschung. Berlin; New York: Walter de Gruyter, 1988 (ANRW 2.25.6).

BOVON, François; MATTHEWS, Christopher R. (ed.). The Acts of Philip: A New Translation. Waco: Baylor University Press, 2012.

CONNELLY, Frances S. The Grotesque in Western Art and Culture: The Image at Play. New York: Cambridge University Press, 2012.

HARPHAM, Geoffrey Galt. On the Grotesque: Strategies of Contradiction in Art and Literature. Princeton: Princeton University Press, 2006.

JAMES, M. R. The Apocryphal New Testament: Being the Apocryphal Gospels, Acts, Epistles, and Apocalypses with Other Narratives and Fragments Newly Translated. Oxford: Clarendon, 1924 (reimpr. 1960).

KAYSER, Wolfgang Johannes. O grotesco: configuração na pintura e na literatura. São Paulo: Perspectiva, 2013.

NOGUEIRA, Paulo Augusto de Souza. Traduções do intraduzível: a semiótica da cultura e o estudo de textos religiosos nas bordas da semiosfera. Estudos de Religião 29.1 (2015): 119.

PIÑERO, Antonio; DEL CERRO, Gonzalo. Hechos Apócrifos de los Apóstoles. Madrid: BAC, 2011. v. 3.

RUSKIN, John. The Stones of Venice. Volume III: The Fall. Boston: Aldine Book Publishing Co., 1890.

SCHNEEGANS, Heinrich. Geschichte der grotesken Satire. Strassburg: Verlag Karl J. Trübner, 1894.




DOI: http://dx.doi.org/10.20890/reflexus.v12i20.794

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Elizangela A. Soares

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.