O Discurso da “Cura Gay” nas Igrejas Neopentecostais

Samuel Bernardo da Trindade

Resumo


Busca-se neste artigo abordar questões sobre a homossexualidade e o posicionamento religioso de igrejas cristãs neopentecostais sobre a “cura gay”. A partir dos estudos da análise do discurso francesa dialogando com conceitos da Polêmica, iniciado pelo Círculo de Bakhtin e desenvolvida por Dominique Maingueneau (1984), que trata de discursos em embates de um mesmo tema circunscrito no mesmo Espaço Discursivo em determinada formação discursiva. Assim, esta pesquisa objetiva compreender a produção social de sentidos, realizada por sujeitos históricos, por meio da materialidade presentes na linguagem. Assim como se vê, cada vez mais a mídia tem-se tornado objeto privilegiado das investigações dos analistas de discurso, neste artigo, busca-se analisar textos da Revista Veja São Paulo, sobre “A ‘cura gay’ nas igrejas evangélicas”, e, procura-se mostrar a importância da aproximação entre análise do discurso e estudos da mídia, a fim de compreender os movimentos discursivos das condições de produção do discurso sobre a suposta cura gay pregado pelos pastores de igrejas neopentecostais que vai de encontro ao debate atual na sociedade sobre a homossexualidade.



Texto completo:

PDF

Referências


BATISTA Jr., João. Nos bastidores da cura gay. In: Revista Veja São Paulo. São Paulo, 28 jun.2013. Seção Comportamento. Disponível em: . Acesso em 29 set. 2014.

BÍBLIA. Português. Revista e atualizada. Trad. de João Ferreira de Almeida. Barueri: SBB, 1993.

BRAGA, Isabel. Pastor Marco Feliciano assume Comissão de Direitos Humanos. Disponível em: http://oglobo.globo.com/brasil/pastor-marco-feliciano-assume-comissao-de-direitos-humanos-7767447. Acesso em: 11 set. 2014.

BRANDÃO, Helena H. N. Discurso e Polêmica. In: ATAS do IX Congresso Internacional da Associação de Linguística e Filologia da América latina, Vol. IV. Campinas – Instituto de Estudos da Linguagem da UNICAMP, 1998.

BRANDÃO, Helena H. N. Introdução a Análise do Discurso. 2. ed. rev. Campinas: Editora da UNICAMP, 2004.

BRASÍLIA. C MARA DOS DEPUTADOS. Decreto Legislativo n. 234/2001. Susta a aplicação do parágrafo único do Art. 3º e o Art. 4º, da Resolução do Conselho Federal de Psicologia nº 1/99 de 23 de Março de 1999, que estabelece normas de atuação para os psicólogos em relação à questão da orientação sexual. Disponível em: http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/prop_mostrarintegra?codteor=881210. Acesso em: 03 out. 2014.

BRASÍLIA. CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA. Resolução n. 001/99, de 22 de março de 1999. Estabelece normas de atuação para os psicólogos em relação à questão da Orientação Sexual. Conselho Federal de Psicologia. Brasília. Disponível em: http://site.cfp.org.br/wp-content/uploads/1999/03/resolucao1999_1.pdf. Acesso em: 03 out. 2014.

Discussão sobre ‘cura gay’ opõe deputados em audiência na Câmara. Seção: Política. Disponível em: http://g1.globo.com/politica/noticia/2012/06/discussao-sobre-cura-gay-opoe-deputados-em-audiencia-na-camara.html. Acesso em: 08 de set. de 2014.

IGREJA da Comunidade Metropolitana de São Paulo. O “Código Sacerdotal” ou

“Código da Santidade” de Levítico: “Não te deitarás com um homem como se fosse mulher. É uma abominação” (Lv 18,22 e Lv 20,13). Disponível em: http://www.icmsp.org/icm/index.php/homossexualidade-e-a-biblia/levitico-18-22. Acesso em 10 set. 2014.

MAINGUENEAU, Dominique. Gênese dos Discursos. Trad. Sírio Possenti. São Paulo: Parábola Editorial, 2008.

MATOS, Alderi Souza de. O Movimento Pentecostal reflexões a Propósito do seu primeiro centenário. São Paulo: FIDES REFORMATA XI, n. 2, 2006. p.23-50.

MUSSALIM, Fernanda. Análise do discurso In: MUSSALIM, Fernanda & BENTES, Anna Christina (org.). Introdução à Linguística: domínios e fronteiras, Vol. II, 3.ed. São Paulo: Cortez, 2003. p. 121-136.

O MESMO AMOR. Direção:VALLE, Paulo do et al. Campinas, 2001. Disponível em: . Acesso em: Acesso em: 10 ago. 2017.

OLIVEIRA, Fábio Araújo. O discurso das masculinidades: já dito, pré-construído, o dizível. In: SANTOS, Elmo. (Org.). Transdiscursividades: linguagem, teorias e análises. Salvador: EDFUBA, 2012. p.123-149.

ORLANDI, Eni. A linguagem e seu funcionamento: as formas do discurso. Campinas, São Paulo: Pontes, 2006.

POSSENTI, Sírio. Questões para analistas do discurso. São Paulo: Editora Parábola, 2009.

SETTI, Ricardo. Vejam como se dá a suposta cura gay em igrejas evangélicas. In: BLOG de Ricardo Setti. São Paulo. Disponível em:

SOARES, Luís. 'Cura gay' é aprovada em Comissão presidida por Feliciano. Disponível em: http://www.pragmatismopolitico.com.br/2013/06/cura-gay-e-aprovada-em-comissao-presidida-por-feliciano.html. Acesso em 10 set. 2014.

TOURAINE, Alain. Crítica da Modernidade. 7. ed. Petrópolis: Vozes, 2002.

TOURAINE. Alain. Igualdade e Diversidade: o sujeito democrático. Tradução de Modesto Florenzano. Bauru: EDUSC, 1998.




DOI: http://dx.doi.org/10.20890/reflexus.v13i22.789

Apontamentos

  • Não há apontamentos.