Protestantes fundamentalistas e o Partido Republicano nos EUA: uma trajetória de encontros, engajamentos e transformações mútuas (1948 a 1980)

Dario Rodrigues da Silva, Breno Martins Campos

Resumo


Em diálogo com o referencial teórico weberiano de afinidades eletivas – a possibilitar o reconhecimento de articulações entre as instâncias religiosa e política, dentre outras, numa sociedade em determinado período da história –, o escopo deste trabalho propõe-se a compreender as relações, o engajamento e as ações políticas estabelecidas por representantes destacados de denominações protestantes de mentalidade fundamentalista nos EUA e suas interações com o Partido Republicano durante o período compreendido entre as eleições presidenciais de 1948 e 1980. Por meio de pesquisa bibliográfica, o objetivo deste artigo é descrever e interpretar como foram conduzidas essas relações e como as interações transformaram os agentes das ações (o fundamentalismo protestante e seus desdobramentos) e a estrutura, os objetivos e as práticas do Partido Republicano.

In dialogue with the theoretical Weberian referential of elective affinities – to enable the recognition of articulations between religious and political instances, among others, in a society in a certain period of history –, this work proposes an investigation of the relations, the engagement and the political actions established by prominent representatives of Protestant denominations of fundamentalist mentality in the USA and their interactions with the Republican Party during the period between the presidential elections of 1948 and 1980. Through bibliographical research, the objective of this article is to describe and interpret how these relations were conducted and how the interactions transformed the agents of action (Protestant fundamentalism and its ramifications) and the structure, goals, and practices of the Republican Party.


Texto completo:

PDF

Referências


ARMSTRONG, K. Em nome de Deus: o fundamentalismo no judaísmo, no cristianismo e no islamismo. São Paulo: Companhia das Letras, 2001.

BUTLER JR., F. P. Billy Graham and the End of Evangelical Unity. Gainesville: University of Florida, 1976.

FINKELMAN, P. The cost of compromise and the covenant with death. Pepperdine Law Review, v. 38, p. 845-888, 2011. Disponível em: http://digitalcommons.pepperdine.edu/plr/vol38/iss5/3. Acesso em: 21 mar. 2017.

FREUND, J. Sociologia de Max Weber. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1987.

GEERTZ, C. Religion as a Culture System. In: BANTON, M. B. Anthropological Approaches to the Study of Religion. Oxon: Routledge, 1966. p. 1-35.

HISTORY of the GOP – Founding of the Republican Party. GOP [website]. Disponível em: https://www.gop.com/history/. Acesso em: 31 mar. 2016.

HERVIEU-LÉGER, D. Les fondamentalistes américanes en politique. Lumière et Vie, n. 186, p. 19-30, 1986.

HISTORY, Art & Archives, U.S. House of Representatives. Party Divisions of the House of Representatives. Disponível em: http://history.house.gov/Institution/Party-Divisions/Party-Divisions/. Acesso em: 10 mai. 2016.

LÖWY, M. Sobre o conceito de “afinidade eletiva” em Max Weber. PLURAL, Revista do Programa de Pós Graduação da USP, v. 17, n. 2, p. 129-142, 2010. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/plural/article/view/74543. Acesso em: 12 jan. 2015.

MARSDEN, G. M. Religion and American Culture. Boston: Harcourt Brace College Publishers, 1990.

MARSDEN, G. M. Understanding Fundamentalism and Evangelicanism. Grand Rapids: Wm. B. Eerdmans Publishing Co., 1991.

NASSAW, D. The Patriarch: the remarkable life and turbulent times of Joseph P. Kennedy. New York: Penguin Group Inc., 2012.

OLIVEIRA, C. A. B. Processo de industrialização: do capitalismo originário ao atrasado. São Paulo: Ed. UNESP, 2003.

ORO, I. P. O outro é o demônio: uma análise sociológica do fundamentalismo. São Paulo: Paulus, 1996.

PETERS, G.; WOOLLEY, J. T. Republican Party Plataform of 1980. The American Presidency Project. Disponível em: http://www.presidency.ucsb.edu/ws/index.php?pid=25844. Acesso em: 7 abr. 2016.

ROCHA, D. Combatendo pela alma da nação: alguns apontamentos sobre a subcultura política fundamentalista nos Estados Unidos. História Agora, v. 13, p. 108-123, 2013.

HISTORY of Unitarian Unversalism. Unitarian Universalist Association. Disponível em: http://www.uua.org/beliefs/history. Acesso em: 3 jul. 2016.

WEBER, M. A ética protestante e o espírito do capitalismo. 5 ed. São Paulo: Pioneira, 1987.

WILLIAMS, D. K. God's Own Party. New York: Oxford University Press. Inc., 2010.




DOI: http://dx.doi.org/10.20890/reflexus.v12i19.573

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Dario Rodrigues da Silva, Breno Martins Campos

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.