Cândido Procópio Ferreira de Camargo: a sociologia da religião no Brasil

João Miguel Teixeira Godoy, Maria Gabriela Carvalho

Resumo


Este artigo objetiva entender a importância do pensamento do sociólogo Cândido Procópio Ferreira de Camargo no desenvolvimento e discussão de um novo campo de estudos da vida religiosa brasileira, assim como pretende analisar suas principais obras sobre a religião católica, a umbanda e o kardecismo, e analisar as mudanças religiosas no Brasil, sobretudo a partir dos anos 1950 e como o movimento de secularização interferiu contra ou a favor desse mesmo processo socioeconômico.

This paper aims to understand the importance of thinking Candido Procopio Ferreira de Camargo sociologist in the development and discussion of a new field of study of Brazilian religious life, and will analyze his major works on the Catholic religion, Umbanda and spiritualism, and analyze religious change in Brazil, especially since the 1950s and as the secularization movement interfered or against this same socioeconomic process.


Texto completo:

PDF

Referências


ARRUDA, José Jobson e TENGARRINHA, José Manoel. Historiografia Luso Brasileira Contemporânea. Bauru/SP: Edusc, 1999.

BERQUÓ, Elza. Carta a Procópio. Novos Estudos CEBRAP, São Paulo, n° 17, Maio de 1987, p. 20.

BRANT, Vinicius Caldeira. Procópio: A verdade de cada qual. Novos Estudos CEBRAP, São Paulo, no. 17, Maio de 1987, p. 36-37.

CARDOSO, Ciro F. História e análise de textos. In: Domínios d História. Rio de Janeiro: Campus, 1997, p. 375-400.

BOURDIEU, Pierre. “Gênese e Estrutura do Campo Religioso”. In: Economia das Trocas Simbólicas. São Paulo: Ed. Perspectiva, 1999, p. 27-78.

BOURDIEU, Pierre. Algumas propriedades dos campos. In: Questões de sociologia. Rio de Janeiro: Marco Zero, 1983, p. 89-94.

CAMARGO, Cândido P.F. Kardecismo e umbanda: uma interpretação sociológica. São Paulo: Pioneira, 1961.

CAMARGO, Cândido P. F. Igreja e desenvolvimento. São Paulo: CEBRAP/Ed Brasileira de Ciências, 1971.

CAMARGO, Cândido P. F. Católicos, protestantes, espíritas. Petrópolis: Vozes, 1973.

FREITAS, Marcos Cezar de. Historiografia brasileira em perspectiva. São Paulo: Contexto, 2000.

HERRERA, Sônia Reyes. Reconstrução do processo de formação e desenvolvimento da Área de Estudos da Religião nas Ciências Sociais Brasileiras. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil. Tese de Doutorado, 2004.

HERMANN, Jacqueline. “História das religiões e religiosidades”. In: CARDOSO, Ciro Flamarion e VAINFAS, Ronaldo (org.). Domínios da história. Rio de Janeiro: Campus, 1997, p. 329-354.

HOROWITZ, Irving Luis (Org). Historia y elementos de la sociologia del conocimiento. Buenos Aires: T. I., 1974.

MAINGUENEAU, Dominique. Análise de textos de comunicação. São Paulo: Cortez, 2005.

MICELI, Sergio (org). História das Ciências Sociais no Brasil. Vol. 1. São Paulo: Sumaré, 2001.

MONTERO, P. “Dilemas da cultura brasileira nos estudos recentes sobre as religiões”. In: Sergio Miceli (Org.). O que ler nas ciências sociais no Brasil. São Paulo: ANPOCS, 1999, p. 327-367.

PIERUCCI, Antonio F. e PRANDI, Reginaldo. Assim como não era no princípio. Religião e ruptura na obra de Procopio Camargo. Novos Estudos CEBRAP, n.17, maio de 1987, p. 29-35.

PIERUCCI, Antônio Flávio. Religião como Solvente – Uma Aula. Novos Estudos. N°. 75, Julho de 2006, p. 111-127.

PRANDI, Reginaldo. As religiões afro-brasileiras nas ciências sociais: uma conferência, uma bibliografia. Revista Brasileira de Informação Bibliográfica em Ciências Sociais. BIB-ANPOCS, São Paulo, n° 63, 1° semestre de 2007, p. 7-30.

ROBIN, Regine. História e lingüística. São Paulo: Cultrix, 1988.

SINGER, Paul. Cândido Procópio, o gentil combatente. Novos Estudos CEBRAP, São Paulo, n° 17, maio de 1987, p. 21-25.

Sorj, Bernardo. A construção intelectual do Brasil contemporâneo. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editores, 2001.

STEIL, Carlos Alberto. Catolicismo e ciências sociais no Brasil: mudanças de foco e perspectiva num objeto de estudo. Sociologias, Porto Alegre, ano 12, n° 23, jan/abr. 2010, p. 354-393.

VERÓN, Eliseo. A produção do sentido. São Paulo: Cultrix/Edusp, 1981.




DOI: http://dx.doi.org/10.20890/reflexus.v11i18.490

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 João Miguel Teixeira Godoy, Maria Gabriela Carvalho

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.