A PARÁBOLA DE LUCAS 10:25-37: ENTRE O DESCUIDO E O CUIDADO

David Mesquiati de Oliveira, Abdruschin Schaeffer Rocha

Resumo


O artigo analisa Lucas 10:25-37, texto conhecido como Parábola do Bom Samaritano. Destacam-se as situações de cuidado e de descuido ali expressas, tomando como referência especialmente a perspectiva de Kenneth Bailey. Não é uma exegese tradicional do texto, antes, configura-se como um ensaio crítico e teológico sobre o ensino da parábola. Em um mundo com tendências à demarcação de fronteiras geográficas, étnicas, religiosas e socioeconômicas, a reflexão busca valorizar a condição humana e o cuidado pelo outro como instâncias humanizadoras.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.20890/reflexus.v14i2.2399

Apontamentos

  • Não há apontamentos.