A interpretação do texto bíblico de Milton Schwantes: por uma mediação da Ciência Prática da Religião

Wallace Soares da Cruz

Resumo


O artigo propõe uma mediação da Ciência Prática da Religião (CPR) no método hermenêutico de Milton Schwantes. No Brasil, a Ciência (s) da Religião configura-se como campo aberto para novas propostas epistemológicas e metodológicas. A CPR interessa-se na materialização e aplicabilidade de conhecimentos científico-religiosos aos problemas que se fazem sentir no contexto das sociedades e as possibilidades de aplicação e criação de conhecimentos são incomensuráveis. Primeiramente, aborda-se a CPR como lugar de construção de novos conhecimentos, sua relevância social e utilidade prática. Depois, analisa-se três ênfases hermenêuticas que desvelam alguns aspectos empíricos nos textos de Schwantes – literalidade e dimensão histórico-social dos textos, memória histórica dos pobres na tradição bíblica e leitura dos profetas no horizonte latino-americano. Por fim, defende-se que uma hermenêutica bíblica que redunda em práticas libertadoras e, na qual, a realidade causa impacto sobre a mensagem revelada e esta sobre aquela, exige a mediação da CPR.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.20890/reflexus.v14i2.2288

Apontamentos

  • Não há apontamentos.