EXPERIÊNCIA DE DEUS NO SILÊNCIO

José Carlos Ferraz

Resumo


O monge é um cristão que, ao responder o chamado todo especial de Deus, deixando a sua vida de lado e seus interesses particulares se joga em uma total entrega à Boa Nova do reino que Nosso Deus nos preparou, à “conversão” (metanoia) num total espírito de desapego e renúncia e de intensa oração. Ao analisarmos de maneira positiva, é necessário que busquemos entender a vida monástica como uma vida plena de oração. Já no que se refere aos elementos “negativos”: silêncio, solicitude, jejum, obediência, penitência, renúncia à propriedade e à ambição, tudo isso não é algo apenas que o monge deva observar e sim, a forma que todo o cristão autêntico deveria praticar, pois todos tem em vista desobstruir o verdadeiro caminho, na qual a oração – meditação e contemplação – busque ocupar todo o espaço que se liberou pelo desapego e pelo abandono de outros interesses. Primeiramente, quando falamos de oração esse tema é de particular interesse dos monges, mas atualmente muitas pessoas têm se interessado por esse tipo de assunto, como também, vão em busca de estudo prático, não acadêmico, sobre a oração e de como buscar experimentar a Deus através do silêncio, em mosteiros e demais fontes de espiritualidade monástica, devendo ser interesse para cada cristão, que busca contemplar a face de Deus e ao mesmo tempo, buscar praticar uma vida de oração e de conversão.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.