A ILEGITIMIDADE DO MESSIAS NA TRADIÇÃO NÃO CANÔNICA

Silvio Cezar José Pereira Gomes

Resumo


O termo mamzer, comumente traduzido como "bastardo", na tradição judaica, é utilizado para determinar uma criança judia ilegítima. Este rótulo definia a posição que ela teria na sociedade. Que incluía: a proibição de se casar com uma pessoa judia "completa"; permissão para casar com gentios convertidos ao judaísmo, ou escravos libertos; não tinham voto no sinédrio e não poderia participar dos rituais públicos.
Por consequência, quando as comunidades judaicas passaram a acusar Jesus de ser um mamzer, estavam, junto com a acusação que trazia em si toda uma carga discriminatória, questionando sua legitimidade como Messias. Essas acusações são explicitamente encontradas nas tradições fora do cânon e demonstram parte das tensões que havia entre as comunidades judaicas e as comunidades cristãs judaicas e gentílicas.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.