DIVERSIDADE SEXUAL NO CONTEXTO DA ESPIRITUALIDADE E SAÚDE

Jéssica de Abreu Arruda

Resumo


A diversidade sexual é uma gigantesca temática que ganha evidência em várias discussões políticas, biomédicas, sociais e antropológicas, onde artifícios discriminatórios e de exclusão possuem grande destaque. Estudar e entender a ligação entre a espiritualidade e sua influência no processo saúde-doença vem estabelecendo estudos frequentes na área da saúde. Unir esses assuntos em um único estudo tem como objetivo observar até que ponto o preconceito pode prejudicar a espiritualidade e saúde da população lésbica, gay, bissexual, travesti e transexual (LGBT). O processo de exclusão LGBT não está restrito apenas ao ambiente religioso, porém, a LGBT fobia incide de um passado de influências das religiões judaico-cristãs. Desta forma, ensinamentos e valores religiosos formaram-se como fatos incontestáveis, tornando-se válido a sexualidade exclusivamente como ato sexual que possui o objetivo final da procriação, desde que dentro do casamento. A homofobia tende a afligir os indivíduos no período de descoberta da sua sexualidade, muitas vezes, não possuem um grupo de suporte, tornando-os mais vulneráveis à depressão e ao suicídio. Na saúde, enfrentam dificuldades em comunicar-se com os profissionais da área médica, algumas vezes por medo de revelar sua identidade de gênero, dentre outras barreiras. Sendo assim, o preconceito nessas áreas, impede o indivíduo pertencente ao grupo LGBT de vivenciar o bem-estar físico, psíquico e espiritual.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.