ESPIRITUALIDADE E RELIGIOSIDADE DOS PAIS NO ENFRENTAMENTO DO CÂNCER INFANTIL

Analice Soares Magalhães

Resumo


O câncer infantil tem um enorme impacto na vida das crianças e de suas famílias, forçando-as a enfrentar experiências estressantes, cheias de angústia, medo e sofrimento. Geralmente, o câncer envolve um tratamento prolongado que demanda cuidados e implica várias mudanças, como adaptações a novas rotinas, incertezas sobre o tratamento, ansiedade, mudanças nos contextos afetivos e emocionais, preocupações com o bem-estar e a coesão familiar, trazendo sentimentos de dúvida e impotência. Para lidar com o impacto causado pelo câncer infantil, a família utiliza diferentes estratégias de enfrentamento, dentre as quais a espiritualidade/religiosidade, como forma de minimizar o sofrimento. Nesse contexto, o objetivo do presente estudo é analisar a influência da espiritualidade no atendimento oncológico infantil, envolvendo aspectos biopsicossociais da criança e da família frente à doença. A relação entre espiritualidade e saúde tem se tornado, ltimamente, um tema de crescente interesse entre os pesquisadores, pois foi notada uma influência positiva da espiritualidade no bem-estar das pessoas. Estudos têm demonstrado que a spiritualidade/religiosidade surge como uma estratégia de enfrentamento que auxilia a família de pacientes pediátricos no enfrentamento do câncer. A pesquisa destacou que a espiritualidade é considerada uma fonte de conforto e esperança, contribuindo para uma melhor aceitação da família sobre a condição crônica da criança com câncer.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.