A CONTRIBUIÇÃO DA IGREJA E DO FREI PACIOLI PARA O NASCIMENTO DA CONTABILIDADE

Lidiane dos Santos Silva

Resumo


Aparentemente é uma discussão entre o profano e o sagrado, já que a contabilidade é a ciência que estuda as riquezas financeiras patrimoniais mas em nenhum momento isso ocorre na pesquisa pois a leitura vai levar ao entendimento que as ciências contábeis estruturam o patrimônio e colaboram para a organização das instituições, que dentre outras está a igreja, que em séculos acumulou riquezas mas que não tinha um instrumento eficaz para mensurar os valores e deste modo a contabilidade torna-se importante e essencial para a continuidade destas instituições. Para se ter de modo organizado o entendimento sobre o tema, primeiro será tratado do nascimento da contabilidade como forma de mensuração das instituições religiosas, onde inicialmente se teve o zelo de situar o cenário da época, pois a investigação é histórica. O cenário é a idade média e para isso foram mostradas as colaborações do período e os acontecimentos que tornaram o estudo da contabilidade tão relevante, nesse momento é esclarecido ao leitor a relação da contabilidade com a religião. Após, a igreja é mostrada como a força de um período, em que conseguiu ter acúmulos patrimoniais e ainda uma influência muito forte sob todas as óticas.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.