ESCOLA PÚBLICA: AMBIENTE APROPRIADO PARA O ENSINO RELIGIOSO?

Jorge Carvalho Gonçalves

Resumo


A escola é considerada como um espaço socializador onde o movimento das relações sociais acontece naturalmente sendo ambiente próprio para a construção do saber. Um dos objetivos da escola seria a garantia do saber a todos e as “capacidades necessárias a um domínio de todos os campos da atividade humana”, na medida que o domínio do conhecimento elaborado pelas classes populares ajudaria na diminuição das desigualdades de origem social. A escola deve entender como articular as diversas culturas, auxiliar os educandos a entenderem a relação entre cultura elaborada e cultura cotidiana, “de modo que adquiram instrumentos conceituais, formas do pensar e de sentir, para interpretar a realidade e intervir nela”. Então o questionamento a respeito da escola ser ou não local apropriado para o ER, acredita-se que sim, pois a escola tem papel mediador entre o aluno e o saber. É na escola que o aluno enfrentará os debates sobre a construção de sua identidade, deixando a saber que o aluno é um sujeito plural, como plural deve ser a escola. A escola não pode negar o direito de os alunos vivenciarem o saber sistematizado sobre a religião ou sua cultura religiosa, proporcionando reflexões para que ele possa agir sobre si e o mundo.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.