DIÁLOGOS ENTRE A FORMAÇÃO INICIAL EM CIÊNCIAS DA RELIGIÃO (UEPA) E A LIBRAS

Silvio Santiago Vieira, Diego Jonata Carvalho Dias

Resumo


Este artigo foi construído a partir de uma pesquisa realizada com os alunos do Curso de Licenciatura em Ciências da Religião (CR) da Universidade do Estado do Pará (UEPA). Tratou-se de uma pesquisa qualitativa que, à luz da análise do discurso buscou verificar quais são principais dificuldades encontradas no seu processo de formação inicial, para o trato com o aluno surdo incluído nas aulas de Ensino Religioso, a partir do convívio com a disciplina Língua Brasileira de Sinais (Libras). Foi aplicada uma entrevista contendo cinco questões abertas, com perguntas direcionadas à surdez, desafios de incluir os alunos surdos nas aulas de Ensino Religioso, o contato com a Língua Brasileira de sinais (Libras), a capacidade do professor de incluir e ensinar alunos surdos na perspectiva das Ciências da Religião e afins; tendo como instrumentos de coletas de dados o gravador de áudio, diálogos e observação, com posterior transcrição dos áudios. Os sujeitos da pesquisa foram cinco alunos e um egresso, atual mestrando do curso de CR da UEPA. A pesquisa demonstra a relevância da inclusão na educação hodierna, contudo observamos que ainda falta muitos desafios para a escola regular ser inclusiva, como é na perspectiva da educação bilíngue para Surdos. A comunidade escolar desconhece ou ofusca a Libras, entre outros. Parte desses sujeitos, afirmaram que não tiveram contato com turmas inclusivas, nem mesmo no período de estágio e nem foram instigados a participar de tais turmas.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.