ANÁLISE DA INFLUÊNCIA DA RELIGIÃO NO SISTEMA POLÍTICO POR HABERMAS

Alexsandro Rudio Broetto

Resumo


Para vislumbrar a influência da religião na construção do sistema político moderno utilizaremos a análise Habermasiana, posto que o autor adotou, com sua formação de analista em comunicação, uma postura identificada como a Teoria Crítica o que, a nosso ver, se adequa perfeitamente a presente análise. Destacamos que a Teoria Crítica adotada por Habermas é especialmente um estilo de praticar filosofia integrando os aspectos normativos de reflexão com as realizações explicativas das ciências sociais e religiosas, em resumo, une-se teoria e prática, traz influência do pensamento Platônico, caracterizando-se pela pura contemplação desinteressada com a realidade, enfatizando a racionalidade e denunciando a irracionalidade que existe na história e na construção religiosa hodierna. Diante deste quadro factual podemos pôr fim estabelecer que a religião (não fundamentalista) modificou sua perspectiva histórica no sentido de reconhecer o Estado Democrático e deixar a metafísica e o religioso como únicas fontes de poder passando a influenciar os cidadãos/crentes (na perspectiva da vontade de agir Habermasiana) para a proteção do Direito à vida humana contudo, de outro vértice, a religião fundamentalista do Oriente Médio se rebelou contra o consenso Ocidental de Democracia e atua em sentido oposto, por meio do terrorismo, ceifando vidas, tendo como exemplo atual deste fundamentalismo o Estado Islâmico.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.