ENSINO DA FILOSOFIA COMO EXERCÍCIO DO PENSAR: A PARTIR DA FÉ -RAZÃO

Roberto Menezes de Castro

Resumo


O anseio dessa comunicação é destacar o ensino da filosofia não somente como transmissão de conteúdos históricos dos filósofos, mas, como norteador de uma filosofia que leve o discente ao exercício do pensar sua própria existência a partir da sua vivencia com temas do seu dia a dia e de sua relação com o mundo e com tudo que o rodeia, trazendo essa reflexão para amplitude da fé e da razão na perspectiva de uma análise do filósofo dinamarquês Soren Aabye Kierkegaard e também da contribuição de duas grandes filosofas brasileira Marcia Tiburi e Viviane Mosé, que com propriedade trabalham com afinco temas existenciais. Essa temática é impertinente e significativa para o ensino da filosofia, para a religião e por ter sido abordada por diversos filósofos, tornando-se um tema contemporâneo e ao mesmo tempo desafiador. Nesse sentido os elementos de conexão entre ensino, pensamento, existência, fé e razão a serem trabalhados em Kierkegaard vem numa visão crítica existencial e narrativa da fé e da razão humana, trabalhadas através da figura do cavalheiro da resignação e o da fé, ambos descritos em sua obra Temor e Tremor de início nos vem à ideia de querer trilhar no mundo da fé e da razão. Mas, o que elas têm a nos acrescentar? Qual a importância da fé e da razão para nossas vidas e para a vida de toda humanidade? Porque esse importante pensador quis abordar tão intensamente esse tema? Haveria existência humana sem a fé e a razão?

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.