RESISTÊNCIA AO CONCÍLIO VATICANO II NA DIOCESE DE CAMPOS DOS GOYTACAZES

Vinícius Couzzi Mérida

Resumo


O Concílio Vaticano II (1962-1965) trouxe mudanças significativas para a Igreja Católica. Dentro da proposta de Aggiornamento da Igreja, o Papa João XXIII iniciou um processo de diálogo com o mundo moderno, que passara por muitas mudanças profundas nos séculos XIX e XX. Não obstante a estas mudanças, havia dentro da Igreja diferentes entendimentos sobre a forma como a Igreja deveria dialogar com este mundo: os Progressista que queriam que a Igreja fosse mais aberta e menos condenadora do mundo e do pensamento laico e os Tradicionalistas que queriam seguir os ensinamentos dos Papas conservadores dos séculos XIX e XX que sempre condenaram o modernismo. Entre estes conservadores, Dom Antônio de Castro Mayer, bispo de Campos dos Goytacazes, destacou-se por resistir às reformas conciliares, causado uma ruptura da Igreja de Campos com a Igreja Católica Universal, tornando-se um caso singular em todo o mundo.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.