DJEPOTA: IDENTIDADE, ALTERIDADE E TRANSFORMA-ÇÃO DO INDIVÍDUO GUARANI NHÃDEWA

Glaudertone Andrade

Resumo


O presente trabalho analisa elementos do fenômeno do djepota, que implica em um trânsito da condição corporal/social/humana para a forma animal. Para tanto, fez-se um estudo junto a um aldeamento Guarani Nhãdewa, localizado no município de Aracruz- ES, no qual se identificaram informações sobre questões correlatas ao tema. Palavras-chave: Nhãdewa, Djepota, Corpo, Identidade, Alteridade. No mundo Guarani Nhãdewa , frequentemente, elementos fruto de sua elaboração artística são empregados, concomitantemente, para ratificar sua identidade e para se manifestar a alteridades humanas e não-humanas. É justamente a preocupação acerca da relação que se estabelece com essas outridades (com as subjetividades materiais e, principalmente, com as imateriais) que perpassa muitas das ações desses índios, como, por exemplo, o deslocar-se, o alimentar-se, o adornar-se, o produzir o artesanato, o rezar etc. Quando mencionamos esses outros, referimo-nos tanto às potências das deidades, às propriedades positivas de que certos animais, plantas e locais são providos (além de aos próprios bichos), almejadas pelos Nhãdewa, quanto às forças agentivas da Natureza djá, ãgwe imba’e poxy e outros entes imateriais capazes de interferir na saúde (físico-espiritual) desses Guaranis.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.