O ENSINO RELIGIOSO NA FORMAÇÃO DO EDUCANDO

Gabriel José da Vitória Fonteles

Resumo


A ideia central desta comunicação está precisamente na relação entre educação e ensino religioso, sempre se entendendo este como organização sistemática visando a aprendizagem de uma religião que já está anteriormente presente, mesmo que de forma primária, na criança e no jovem, principalmente por imitação do que acontece na família. Na criança, que ainda não tem a capacidade de decidir, a religião está presente por orientação dos seus pais. Não é uma criança que escolhe uma religião, de modo que é possível que a partir da juventude esta venha a abandonar a religião dos pais, trocando-a por outra ou deixando de ter fé em qualquer religião. As verdades conceituadas imprescindíveis de cada religião são apresentadas pelos pais ou outros parentes, incluindo-se os próprios ritos de iniciação, particulares a cada credo professado por estes. Na adolescência ocorre o contrário, quando o jovem começa a se descobrir como alguém independente, iniciando-se um período de grandes controvérsias (ERIKSON, 1976). Em seus estudos sobre a personalidade do jovem, incluiu a questão da religião ao analisar a construção da identidade.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.