O ENSINO RELIGIOSO NAS ESCOLAS DE ENSINO FUNDAMENTAL DE BELO HORIZONTE DURANTE A DITADURA MILITAR: SUA RELEVÂNCIA E LEGADO

David Ferreira dos Santos

Resumo


As décadas de sessenta, setenta e oitenta o Brasil vivenciou um momento de grande tensão na estrutura política, tendo como conseqüência mudanças drásticas em toda a sociedade. Este período ficou conhecido como Ditadura Militar, que através de um golpe de Estado arquitetado pelos militares sobrepujou a democracia e elegeu o poder ditatorial. Houve muitas mudanças no cenário brasileiro, nas normas, formas de governos, organizações institucionais (religiosas, filosóficas, familiares, empresariais, escolares entre outras), foram elas com a conivência da população ou esta apenas respondeu de modo inconsciente? A questão crucial desta pesquisa tende a analisar estas mudanças pelo viés educacional, em qual medida a instituição escolar contribuiu ou não para a estabilização do poder militar? Qual a participação da educação religiosa nesta contribuição? Qual a relevância deste em relação a Belo Horizonte, uma vez que esta abrigava uma dos maiores batalhões de infantaria do Brasil que serviu de base na solidificação da Ditadura? Ao estudar sobre o período da ditadura militar percebe-se que a uma afirmativa quase que unanime sobre o poder dos militares sobre a sociedade, porem surge um ponto questionador até que ponto a sociedade foi apenas escravizada ou omissa, uma vez que ela foi ator ativo nesta construção? Sendo o ensino religioso uma disciplina que visa o cidadão na sua construção enquanto tal qual a contribuição nessa persuasão militar.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.